Justiça em Ação

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Quem Somos

Antonio Henrique da Silva, natural de Aracaju, Estado de Sergipe, nascido em novembro de 1967, na maternidade Hildete Falcão Batista, filho de Arlete Marques e de José da Silva, seu primeiro endereço, local onde começou a sua história, foi na Rua Vitória, 605, bairro José Conrado de Araújo, Aracaju-SE, cursou o antigo ensino primário nas escolas Presidente Vargas, na cidade de Paulo Afonso, Escola Metodista Omar Daibert e Escola Arício Fortes, estas em Aracaju. Já o antigo ginásio, cursou parte na Escola Arício Fortes e parte na Escola Profª Ofenísia Soares Freire, também em Aracaju. O 2º grau, hoje ensino médio, cursou o primeiro ano no Colégio Estadual Gov. João Alves Filho, o 2º no Colégio Estadual Atheneu Sergipense e o 3º ano no Colégio Visão, na mesma cidade de nascimento. Cursou inglês na Cultura Inglesa, durante os anos de 1988 a 1991. Já no ano de 1993, ingressou na Universidade Federal de Sergipe, após aprovação no vestibular do mesmo ano, tendo colado grau no curso de Direito em 23 de Agosto de 1997.  Na UFS, teve como um dos seus principais mestres o Profº. Carlos Ayres de Freitas Britto.

Iniciou-se na atividade laboral ajudando o seu pai, juntamente com o seu irmão mais velho, José da Silva, trabalhando como cobrador de um dos dois ônibus de sua propriedade, nos anos de 1979 e 1980, então com 12 (doze) anos de idade, na cidade de Glória, no Estado da Bahia, no veículo que fazia linha da cidade de Paulo Afonso para o Povoado de Brejo do Burgo.  Já no ano de 1982, começou a trabalhar no Mercadinho Nossa Senhora da Boa Hora, localizado na Av. Rio Grande do Sul, 1590, Bairro Novo Paraíso, na cidade de Aracaju, tendo como seu primeiro patrão o senhor Nivaldo Bispo dos Santos, com quem trabalhou por um ano.  Entre os anos de 1982 e 1983, fundou a equipe de Futebol amador Grêmio Esporte Clube, no bairro José Conrado de Araújo, na cidade Aracaju, equipe que teve existência até o início do ano de 1984, revelando alguns jogadores que se destacaram no cenário nacional, à exemplo do zagueiro Missinho, que atuou na equipe carioca do Vasco da Gama, bem assim de Elenilson dos Santos, que brilhou em outras equipes do país. No ano de 1983, em razão da venda do estabelecimento, passou a trabalhar com o seu segundo patrão, o senhor José da Cruz Santos, ambos sem que tenha tido a sua Carteira de Trabalho assinada. No mês de outubro de 1984, ingressou nos Supermercados G. Barbosa, também em Aracaju, onde permaneceu até o mês de dezembro de 1986.  Ainda no ano de 1986, concomitantemente com o trabalho que desenvolvia na Rede G. Barbosa, passou a trabalhar no Hotel Beira Mar, de propriedade de Viana de Assis, no mês de junho do ano de 1986, onde permaneceu até o mês de agosto de 1992, quando saiu do trabalho para ser candidato a Vereador de Aracaju pelo PDT - Partido Democrático Brasileiro, obtendo 218 (duzentos e dezoito) votos. Nessa época, em decorrência de curso feito junto ao Sindicato dos Radialistas do Estado de Sergipe, já era locutor de rádio com registro junto à Delegacia Regional do Trabalho de Sergipe. Após a eleição, no dia 10/10/92, intensificou os estudos para o vestibular do Curso de Direito da Universidade Federal de Sergipe, obtendo a 37ª colocação para o segundo período letivo de 1993. Nesse mesmo ano, inscreveu-se e obteve aprovação nos Concursos para Agente de Polícia Civil do Estado de Sergipe e de Agente de Políca Federal. No mês de março do mesmo ano, começou a trabalhar no Hotel Delmar, em Aracaju, na função de Auditor Noturno. Em meados daquele mesmo ano foi nomeado pelo Prefeito de Aracaju à época, Jackson Barreto de Lima, para o Cargo de Chefe de Departamento, junto à Superintendência Municipal de Transportes Urbanos - SMTU (hoje SMTT), onde permaneceu até o ano de 1994. Em meio ao período em que desenvolveu atividades junto à hotelaria, também foi instrutor de Cursos Profissionalizantes da área de hospitalidade no SENAC - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, em uma de suas unidades em Aracaju.  Ainda no ano de 1994, foi nomeado para o cargo de Agente de Polícia Civil do Estado de Sergipe, onde também desenvolveu a atividade de Delegado de Polícia Civil nomeado, ali permanecendo até o mês de junho de 1997. Ainda no ano de 1996, foi novamente candidato a Vereador pela cidade de Aracaju, obtendo desta feita 634 (seiscentos e trinta e quatro votos), pelo PMDB - Partido do Movimento Democrático Brasileiro. Em junho de 1997, após a realização de Curso de Formação em Brasília, assumiu o cargo de Agente de Polícia Federal, concurso para o qual havia sido aprovado no ano de 1993,  cargo que exerceu até o dia 30 de novembro de 2004, ano em que passou a integrar os quadros da OAB - Seccional de Sergipe.  Já no dia 01 de dezembro do mesmo ano tomou posse no cargo de Juiz de Direito Substituto, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia, em decorrência de aprovação em Concurso Público realizado no mês de junho daquele ano. No Tribunal de Justiça da Bahia iniciou as suas atividades judicantes nos Juizados Especiais Cíveis e de Defesa do Consumidor do NAJ, na Baixa do Sapateiro, em Salvador, sendo posteriormente (em março de 2005), designado para a Comarca de Conceição do Almeida, onde desenvolveu o Projeto: O Poder Judiciário como Agente Transformador da Sociedade, projeto esse composto de subprojetos, que tiveram por base a busca de uma maior interação entre o Poder Judiciário e a Sociedade, ali permanecendo até o mês de maio de 2007, quando foi designado para a Comarca de Paulo Afonso até o mês de agosto, após o que assumiu a titularidade da Comarca de Rodelas, no dia 20 de agosto daquele ano, onde permaneceu até o dia 23/03/2011, tendo atuado também nas Comarcas de Chorrochó, Macururé e Abaré.  Nas Comarcas de Rodelas e Abaré, no final do ano de 2010, realizou um Projeto de parceria entre essas Comarcas e a FACESF - Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco, objetivando que os seus alunos atuassem como CONCILIADORES VOLUNTÁRIOS nas Semanas Nacionais da Conciliação, obtendo excelentes resultados em ambas as Unidades Judiciárias. Na data de 23 de março do ano de 2011 foi promovido para a Vara Crime, Execuções Penais, Júri, Infância e Juventude da Comarca de Jeremoabo, de entrância intermediária, onde permanece até os dias atuais. 

Ainda no ano de 2009, iniciou o Curso de Pós-Graduação em Direito Público na Universidade Tiradentes, em Aracaju, concluído em 2010. Também no ano de 2009, participou do Programa de Capacitação em Poder  Judiciário, oferecido pela Faculdade Getúlio Vargas, bem assim do Curso de Técnicas em Mediação, oferecido pelo Tribunal de Justiça da Bahia.  Tendo participado, também, na condição de palestrante, do 1º SEDIFAM - Seminário de Direito de Família do Vale do São Francisco, com o tema "Direito de Família e a Dignidade da Pessoa Humana".  No mês de fevereiro do ano de 2010, passou a integrar o corpo docente da FACESF - Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco, na condição de Professor Especialista, onde ministrou aulas de Direito Processual Civil, especificamente as disciplinas de Direito Processual Civil II - Recursos; III - Execuções e IV - Processo Cautelar e Procedimentos Especiais, ali permanecendo até meados de 2011, tendo em vista o desgaste decorrente dos constantes deslocamentos entre as cidades de Jeremoabo, na Bahia, cidade onde passou a judicar, e a cidade de Belém do São Francisco, em Pernambuco, distantes 250 km uma da outra.  Na condição de Juiz Eleitoral da 51ª Zona Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia, que engloba os Municípios de Jeremoabo, Pedro Alexandre, Coronel João Sá e Sítio do Quinto, conduziu o processo eleitoral de 2012 nos quatro Municípios em referência, sem que se tenha observado qualquer incidente de maior gravidade.  No dia 29 de dezembro de 2012, proferiu um discurso como Paraninfo da segunda Turma de Formandos Prof. Dr. Geraldo Neves, da FACESF - Faculdade de Ciências Humanas e Exatas do Sertão do São Francisco, emocionando a todos ao falar da "necessidade de se observar os princípios éticos e morais que devem nortear a vida de todo o ser humano, e em especial dos novos bacharéis em direito que se apresentavam à sociedade, procurando deixar o mínimo de "fiapos" (desvios de conduta ética e moral) durante a existência material do ser", observando que para se viver em uma sociedade medíocre e hipócrita, muitas das vezes é preciso aumentar, de forma voluntária, os nossos níveis de hipocrisia e de mediocridade para nela conviver, porém, que o grande "lance" da vida é a busca constante e incessante de redução desses níveis. Atualmente o magistrado e professor Antonio Henrique da Silva encontra-se trabalhando na elaboração do Projeto Criança Brincando e se Transformando, que está previsto para ser lançado no dia 1º de março do corrente ano, a partir das 16:00 horas, na Câmara de Vereadores do Município de Jeremoabo, no Estado da Bahia, através do qual pretende demonstrar para os gestores públicos e para a sociedade em geral a necessidade de melhor cuidarmos das nossas crianças e dos nossos adolescentes.